Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

16-02-2013 Portela do Homem - Água de Pala, Serra do Gerês, PNPG

Foram várias as vezes que as mariolas existentes logo a seguir à Água de Pala me despertaram curiosidade, neste dia fomos investigar um possível trilho que subisse pela crista do vale entre o Cagarouço e a Água de Pala, uma mariola aqui outra ali mas nada de evidente, tentámos também progredir pela margem direita da Ribeira da Água de Pala, mas nada. Saímos da Portela do Homem e percorremos o estradão até passar a Ribeira da Água de Pala, subimos até atingir a crista, a progressão foi mais fácil do que a subida pelo Ribeiro do Cagarouço, na subida não há sinais evidentes mas mesmo a chegar a uma primeira zona de laje lisa demos com uma mariola, o que me deixou intrigado, seguiu-se uma subida um pouco mais inclinada e chegava aos 1250m, belas vistas em toda a volta, já não estava muito distante da Torrinheira mas precisava de subir até aos 1350m para chegar a zonas com menor declive, com o Sol mesmo de frente a parte final da crista parecia fina como uma agulha com paredes mortais para os 2 lados, contorná-la não é opção, sozinho naquele ponto acabei por voltar à base do vale, uma vez mais conseguimos facilmente progredir para o interior do vale durante alguns minutos, entretanto a vegetação tornou-se muito densa e decidimos abortar, acabámos por almoçar e relaxar numa lagoa no Vale do Homem. Alguns registos...

Cascata de S. Miguel



já no interior do vale

 Xarah



Xarah
panorama




 Vale do Homem

 Ribeiro do Cagarouço



 do Cagarouço à Água de Pala

 Ribeiro do Cagarouço
 a tal crista muito estreita, contorná-la nem pensar



 declive acentuado de um lado
e do outro...
 Ribeira da Água de Pala

 muitas vezes analisei em casa fotografias deste sítio e parecia-me ezequível...
Vale do Homem


apontado ao Modorno
Rio Homem


6 comentários:

  1. Olá Xavier

    Ainda ontem tinha comentado com a Lírio sobre a possibilidade de subir pela água de Pala. Tinha-me deixado intrigado umas mariolas que parecem indicar a descida a partir da chã de água de pala. Mas elas indicam a descida pelo vale na vertente direita, ou seja contrária a que tentaste subir. A quantidade de vegetação deve ter tornado intransitável esta via de acesso.

    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Orion,

      Há uns meses quando andei pelos lados do Cantarelo e fui quase até essa chã, também vi algo a indicar por essa vertente, o track que existe no wiki também desemboca nesse sítio e sobe sempre por essa vertente, desta vez, à medida que ia subindo ia sempre a tentar descortinar vestígios de um trilho nessa vertente mas nada, como dizes, muita vegetação. Provavelmente um dia vou tentar descer.
      Obrigado pela dica.

      Um Abraço!

      Eliminar
    2. Olá Xavier

      Se um dia te lembrares de tentares esse trilho, e quiseres companhia, é só contactar-nos ;)

      Abraços e boas caminhadas

      Eliminar
    3. Assim o farei :) a ser feito, tem que ser antes do Verão!

      Abraço!

      Eliminar
  2. Pois é,também eu e o Rui já tentamos uma incursão por esse lado "oculto"mas sucedeu-nos o mesmo...abortamos já com largos metros vencidos...será mais um daqueles que ficarão esquecidos para sempre!
    Abc
    João Dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é curioso porque a vertente que tentei, isto já na base do vale, é mais suave e com menos vegetação do que a outra, é mesmo mais um para adicionar aos trilhos esquecidos pelo tempo, mas ainda tenho umas coisas a ajustar com esse vale,eheh!

      Um Abraço

      Eliminar