Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

08-12-2017 Funivia dell'Etna - Torre del Filosofo - Mont Etna - Crateri Barbagolla - Cisternazza, Sicily, Italy

texto e fotografias: Xavier
ficha técnica:
distância: 13,38km
subida total: 780m
descida: 1363m
altitude máx: 3271m
altitude min: 1916m
caminhada efectiva: 4h30m
tipo: parcialmente circular
track: aqui


video do dia

As esperanças de subir ao Etna eram poucas, depois de algum tempo adormecido o vulcão tinha voltado a fumar nestes últimos dias, e também havia neve.
Tomámos tranquilamente o pequeno almoço e fomos para o parque de estacionamento do teleférico, onde também é o posto de informação dos guias, chegámos lá às 9 e cinco.
Lá chegados perguntámos como era para subir ao Etna, o guia, uma vez mais alguém de extremamente simpático, disse-nos que hoje não estava prevista nenhuma ascensão, até aos 2900m é autorizado, local designado da Torre do Filósofo, a partir daí é proibido sem guia, ele olhou para a nossa roupa e para o calçado, tínhamos as botas de alpinismo e estávamos equipados para uma ascensão invernal! Foi então que ele disse o que queríamos ouvir, vocês vão lá cima, sigam o trilho a oeste das crateras, tirem 2 fotografias e desçam imediatamente a seguir, a qualquer momento o vulcão pode entrar em erupção, mas é Proibido, voltou a frisar. Confesso que fiquei em pulgas!
O dia estava maravilhoso, céu limpo, para ganhar algum tempo e antes que o tempo mudasse apanhámos o teleférico Funivia dell'Etna que nos leva a ganhar 500m de desnível, entre os 2000 e os 2500m, enquanto subíamos no teleférico recebo uma mensagem da guia Magmatrek a dizer que ainda bem que conseguimos ir ao Stromboli naquela quarta feira, a partir de quinta estava interdito subir devido à forte actividade!!
Se havia dúvidas do que iríamos fazer neste dia foram logo dissipadas, podíamos consagrar todo o dia ao Etna, tipo top.
Depois do teleférico seguimos maioritariamente o estradão até à Torre do Filósofo(2900m), entre o teleférico e este ponto costumam haver uma romaria de camionetas 4x4 para levar as pessoas à Torre do filósofo onde se visitam 2 crateras logo ali ao lado.
Com uma hora de caminhada passamos na Torre do Filósofo e atacamos o Monte Etna, havia neve mas não o suficiente para prejudicar a progressão, entretanto junta-se a nós um simpático italiano que acabou por nos fazer companhia durante todo o dia!
O rumo a tomar era evidente à medida que nos aproximamos das crateras, com 2h30m começamos a derradeira subida para a cratera Buocca Nova, a inclinação é importante mas a neve não estava gelada, apesar de fazer bastante frio.
Perto do bordo da cratera começamos a sentir o cheiro fortíssimo a enxofre, a um dado momento passou-me pela cabeça abandonar mas sabia que assim que atingisse o bordo da cratera, tinha que me dirigir para Oeste onde já não íamos apanhar com fumo, uma vez neste ponto pudemos apreciar a grandiosidade deste vulcão, a cratera estava bem quente.
Fizemos algumas fotografias e procurámos o trilho na vertente Oeste, com a posição do Sol e o céu limpo a paisagem estava enormemente brutal, fomos descendo tranquilamente e conversando, entretanto regressávamos à Torre del Filósofo onde fizemos um outro percurso, passamos na cratera e apontamos a outra cratera Cisternazza, dali ao acesso do teleférico é um pulo, o tempo estava bom e tínhamos tempo, o nosso amigo italiano tinha comprado o bilhete para descer mas decidiu descer connosco. O caminho de regresso ao parque de estacionamento é também evidente.
Terminávamos a caminhada às 5 da tarde num ambiente super descontraído! No parque trocámos os contactos e seguimos para Milazzo, gostámos tanto do hotel Il Príncipe que fomos lá dormir a última noite, terminando em grande esta fabulosa semana de férias na Sicília.
Alguns registos deste dia
Etna



as "ambulâncias" que levam os turistas à torre del filosofo





Cisternazza







Etna


cratera Barbagallo


























cratera central





nós no Etna































cratera Barbagallo


Barbagallo









Cisternazza