Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

06-03-2016 La Forclaz - Mayens de Bréona - Col de Bréona, Val d'Hèrens, Valais, Suisse, ski-randonnée

texto e fotografias: Xavier
ficha técnica
distância: 12km
subida total: 1180m
descida: 1180m
altitude máx: 2915m
altitude min: 1685m
caminhada efectiva com peles de foca: 3h30m, descida ski: 45min.
tipo:linear
track: aqui

Que barrigada de neve fresca, continuamos a fazer percursos de categoria fácil, este grau de dificuldade deve-se ao facto de serem encostas com inclinações relativamente suaves, porque requer sempre 3/4 horas de subida e conta com mais de 1000m de desnível.
Neste Domingo deslocámo-nos ao Val d'Hèrens, mais concretamente a La Forclaz(1700m) onde teve início este belo percurso.
Numa primeira fase subimos pelo interior da floresta até Mayens de Bréona(2100m), altura em que emergimos da floresta, o tempo apesar de super instável estava agradável mas entre Mayens de Bréona e Remointse(2500m) degradou-se, quando passei na zona de Remointse de Bréona(2500m) já nevava, mesmo assim ainda conseguia ver o Col de Bréona, pouco antes de atingir o colo o nevoeiro tomou conta da paisagem.
Cheguei ao Col de Bréona(2915m) com cerca de 3 horas e meia de subida, não via rigorosamente nada à minha volta, creio que nunca fui tão rápido a tirar as peles de foca e a preparar-me para descer, estava tanto frio que gelou por completo o tubo de plástico por onde nos hidratamos.
A meteorologia não estava top já a neve estava escandalosamente boa, muita neve fresca completamente virgem, não é todos os dias conseguimos desfrutar de neve com esta qualidade, divertimo-nos como se não houvesse amanhã.
Quando vamos para as pistas queremos é descer, descer e descer, mas como é fácil de perceber o porquê a neve nas pistas está sempre calcada e não tem qualquer semelhança com uma descida em neve virgem, ora ao fazermos o ski de rando sabemos que só vamos ter uma descida, mas o prazer dessa descida equivale a dias e dias nas pistas, para além disso contam-se pelos dedos das mãos o número de pessoas com as quais nos cruzamos durante a maior parte destes dias fora de pista.
Chegámos ao carro super satisfeitos, não sabemos o futuro mas termos emigrado para a Suiça foi a melhor coisa que nos aconteceu, ainda terminamos cada fim de semana com a sensação de férias, que bom.
Vamos aos registos
La Forclaz
La Forclaz











passagem em Mayens de Bréona





e o tempo degradava-se




Col de Bréona ao centro
e pronto, não via nada!
Col de Bréona

Sem comentários:

Enviar um comentário