Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

16-06-2013 Col de la Forclaz - Trient - Col de Balme - Tré Le Champ, TOUR DU MONT BLANC, Suiça/França

ETAPA 1

Percorrer o Tour do Monte Branco estava programado para esta última quinzena de Junho, levando comida para uns 5/6dias(não era preciso tanto, pois há locais para abastecer de 3 em 3 dias no mínimo) e acampar sempre que possível. Os bilhetes esses, estavam comprados com antecedência. Em conversas regulares com os nossos amigos residentes na Suiça o cenário não era nada bom, a previsão meteorológica também não parecia estar a nosso favor, a cota de neve estava bem abaixo dos 2000m em vários locais, tendo em conta que o Tour passa em vários colos com 2500m as nossas esperanças em completá-lo eram reduzidas, já no site oficial do TMB os alertas de perigo continuavam a aparecer. Foi à base do "vamos indo e vamos vendo" e felizmente resultou na perfeição.

Começámos esta jornada marcante no Col de la Forclaz(1527m), a Sul de Martigny na Suiça. Optámos por fazer o TMB pelo sentido contrário aos ponteiros do relógio. Logo após sairmos do colo, à nossa frente fica o vale que iríamos subir até atingir o Col de Balme(2200m). Começamos por descer até Le Peuty(1320m), atravessamos o Rio Nant Noir com o Glaciar de Trient à nossa esquerda e atacamos a longa subida do dia, primeiro o caminho trepa a encosta em zig-zag sempre dentro do bosque ganhando altitude rapidamente, atravessado o bosque já vemos o Col de Balme e o caminho nevado sobe gradualmente em direcção a ele. 
A meio da subida conhecemos um caminheiro que acabaria por ser o nosso companheiro de jornada em 7 dos 10dias.
  Devagarinho fomos subindo na direcção do colo sem fazer ideia da brutalidade da vista que se tem desde aquele sítio! Li mais tarde no livro que nos acompanhou da Cicerone, uma citação interessante "se esta vista não mexe contigo o melhor é desapareceres dos Alpes!"(RLG Irving - In the Alps) E é mesmo assim, de repente no primeiro dia de caminhada, na fronteira entre Suiça e França tínhamos à nossa frente o Vale de Chamonix(Val l`Arve), o Monte Branco, a Aiguille Vert, os Drus e as Aiguilles Rouges entre tantas outras coisas. Almoçámos tranquilamente, já que o tempo estava a nosso favor e apreciámos o choque deste primeiro dia. 
Repasto tratado passamos a Norte do Refúgio de Balme situado no colo e descemos uns 100m, contornamos o vale pelo lado direito em direcção à Aiguillette des Posettes, nesta parte o trilho sobe um bom bocado para depois descer abruptamente, depois de uma vista de olhos na carta optámos por seguir um trilho a meia encosta que mais tarde se juntaria ao outro na longa e bonita descida até Tré-Le-Champ(1417m). 
Chegados a Tré le Champ tomámos algo fresco e despedimo-nos do companheiro escocês, no dia seguinte tinha outros planos em Chamonix e nós como queríamos evitar a parte da "Delicate Passage" a seguir a Argentiére montámos a tenda algures perto do Col des Montets, que é onde começa o caminho alternativo para a incrível etapa seguinte. Escusado será dizer que andávamos encantados... Alguns registos...
Col de la Forclaz



La Peuty

Glacier du Trient






Col de Balme




Col de la Forclaz já bem distante




bifurcações a chegar ao Col de Balme
Refúgio de Balme

360 Col de Balme
nós por lá

Mont Blanc

panorama desde Col de Balme


!


Refúgio de Balme
Agulha Verde, Drus e o Monte Branco








Col de Balme













Tré Le Champ
que noite fenomenal para acampar!

5 comentários:

  1. Parabens caminheiros espetacular continuem a dar a conhecer essas belas paisagens
    Abraço
    Serafim "pisatrilhos"

    ResponderEliminar
  2. Muitos Parabéns !por essa Aventura Alpina!! muito bom mesmo...excelentes imagens! Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Manuel!

      Espero que seja a primeira de muitas, vamos fazer por isso!

      Abraço

      Eliminar