Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

23-02-2014 Arado - Corga da Giesteira - Arrocela - Curiscada, Serra do Gerês, PNPG

texto e fotografias: Xavier

Neste Domingo percorremos o trilho aberto ao longo da Corga da Giesteira desde o curral com o mesmo nome até ao abrigo da Arrocela situado no início desta corga.
Partimos à entrada do estradão para a Cascata do Arado uma vez que os buracos até à ponte já parecem crateras, subimos para o miradouro e posteriormente na direcção do Curral da Giesteira, enveredamos pelo tal trilho aberto "recentemente" onde conseguimos apreciar toda a corga, chegado à Arrocela continuei a subir para a Chã do Pinheiro e dei uma espreitadela ao início do trilho que segue na direcção do Curral do Cando para ver se ainda haveria alguma neve para os lados da Rocalva, mas nada, optei então por regressar ao abrigo da Arrocela e continuamos para a Curiscada, descemos à Curiscada de Baixo(vezeira da Ribeira), mas já que queríamos marinar um pouco neste Domingo voltamos para a Curiscada de Cima(vezeira da Ermida) que se encontrava menos exposta ao vento, repasto tratado seguimos para o estradão que nos ia levar de encontro ao Arado e um pouco mais à frente ao local de início terminando assim este passeio domingueiro.
Alguns registos

Arado
Cascata do Arado

Giesteira

Corga da Giesteira









Corga da Giesteira



Corga da Giesteira


Xarah









Arrocela

Rocalva e Cutelo

Até a Xarah estava com a moleza




uma parte mais complicada quando molhada


o trilho bem visível no interior da corga








Curiscada de Baixo
Xarah






Curiscada de Cima





3 comentários:

  1. olá xavier, mais um trilho magnifico como de costume.
    Desculpa a pergunta mas como não consigo descobrir email do teu blog, e vi que escreveste que os buracos sao enormes no estradão, para a ponte gostaria da tua opinião para saber se se passa de carro até ao curral dos portos, pois se não se passar iremos para outro lado.

    obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Celitos,

      à data a coisa não estava famosa, mas devagarinho chega-se facilmente à ponte sobre o arado e até à parte mais alta desse mesmo estradão, sei de pessoal que ficou atolado logo a seguir a essa parte mais alta antes de chegar ao Curral da Malhadoura, agora aquilo deve tar seco mas deve ter buracões, concluindo até ao dos Portos não creio que seja possível sem correr sérios riscos, agora até essa parte mais alta do estradão antes da Malhadoura creio que é na boa.

      ao dispor

      Cumps.
      Xavier

      Eliminar
    2. Ok e obrigada Xavier. Sendo assim vamos para as minas das sombras e carris.

      Abraço

      Teixeira e Célia

      Eliminar