Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

12-04-2015 Le Chapelet - Bavon - La Tèjere - Entre les deux tour, ski-randonnée, Liddes, Valais, Suisse

texto e fotografias: Xavier

O risco de avalanche para este dia era de nível 2, limitado. Num dos vários livros que temos com rotas de ski de randonnée procuramos por uma rota pouco difícil (PD) que é o nível logo a seguir ao fácil(F), acessivel ao nosso nivel, estávamos com vontade de fazer um bom desnível.
Regressamos ao Val d'Entremont, em Liddes cortamos à direita e seguimos para Dranse, subimos de carro até Le Chapelet(1600m), zona de uma pequena estância de esqui que já se encontrava fechada, estacionamos o carro e prendemos os skis à mala, subimos uns bons 45 minutos com os skis às costas até chegar a uma zona com neve para então calçá-los, as marmotas essas já estão de volta da sua hibernação, vimos bastantes.
Continuamos rumo a sul ate ao simpático vale de Bavon onde flectimos para oeste(2050m) já com bastante neve. Apontamos a um pequeno colo, de nome La tejère(2267m) onde chegamos com cerca de 2h30m de caminhada.
A Tixa tinha ficado um pouco para trás, enquanto ela subia até este pequeno colo para poder apreciar a bela vista para o maciço do Monte Branco continuei para sul e subi até bem próximo do Tour de Bavon(2476m), a vista do maciço do Monte Branco estende-se desde o Mont Dolent (fronteira Suiça/França/Itália) até Champex-Lac, ao nossos pés fica o Val Ferret. Parei de subir numa zona que parecia uma grande chã de nome Entre les Deux Tours, daqui a uma bela vista do maciço do Monte Branco adicionamos o Grand Combin e o Mont Vélan, assim como mais ao fundo o Lac Léman, os Dents du Midi, o Dent de Morcles e os picos que se seguem nessa montanha. Tirei as peles de foca dos skis, assim que começo a descer numa parte bem inclinada a neve começou a rachar, sinal da existência de placas a vento, forte queda de neve batida a vento, donde resultam as avalanches de maiores dimensões. Alguns metros ao lado numa outra parte da encosta a neve em vez de gelada estava tipo sopa, estavam uns bons 15/20ºC, regressei a La Tejère onde me reencontrei com a Tixa e com a Xarah, sim porque a Xarah tinha subido comigo mas quando paro mais do que 5 minutos para tirar fotografias por exemplo ela desaparece para ir conferir onde está a dona!
Almoçámos no pequeno colo e por ali ficámos um bom bocado a aproveitar o fantástico dia que estava, céu limpo e pouco vento, muita neve e em perspectiva avizinhava-se uma grande e longa descida comparada com as anteriores, estávamos como queríamos!
Recompostos iniciamos a longa descida de 700m de desnível, seguimos sensivelmente o mesmo caminho da subida até chegar à zona do teleférico, para evitar descalçar os skis embrenhamo-nos na floresta por um caminho muito mais longo mas era isso queríamos, descer com os skis o máximo possível, foi uma aventura, houve 2 partes mais delicadas em que a neve no caminho era da largura dos 2 skis mas fez-se bem, sem malhos, lá conseguimos descer até uns escassos 5 minutos do carro onde definitivamente tirámos os skis, num total de 3h30m a subir e 45 minutos/1 hora a descer, foi sem dúvida a melhor experiência a skis desta temporada, impecável, já podíamos ir entregar o material que este dia encheu-nos as medidas !
Vamos ao registo fotográfico
360 Entre les Deux Tours
zona onde andámos 

Le Chapelet
Creta de Vella

Tour de Bavon do lado direito





Tixa
eu


a Xarah

rumo a Bavon
a Xarah

começa a aparecer o Grand Combin


Bavon
Tour de Bavon à direita











começa a aparecer o maciço do Monte Branco


Mont Dolent à esquerda
La Tejère
Dents du Midi e o Lac Léman à direita
panorama maciço do Monte Branco

Mont Dolent

Entre les Deux Tours
Grand Combin à esquerda e Mont Vélan à direita

maciço Monte Branco

Dent de Morcles, Dent de Favre e Muveran
Grand Combin
eu e a Xarah por cá

Grand Combin
Mont Dolent
Mont Dolent



Tour de Bavon

a Xarah




uma parte da descida

outra parte da descida
a chegar ao carro
a Xarah toda rota!

Sem comentários:

Enviar um comentário