Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

05-09-2015 Moosalp - March - Augstbordhorn - Augstbordgrat - Dreizehntenhorn - Grosse See - Ober Gibidum - Stand, Valais, Suisse

texto e fotografias: Xavier

ficha técnica
distância: 22,2km
subida total: 1526m
descida: 1526m
altitude máx: 3052m
altitude min: 2048m
caminhada efectiva: 5h30m
tipo: circular
track: aqui
É o regresso da neve e do frio, bastante cedo este ano. As temperaturas foram diminuindo durante a semana e se no fim de semana anterior podíamos estar quase em t-shirt aos 4000m neste fim de semana apanhei -4ºC aos 3000m com neve batida a vento, daquela tipo esferovite que magoava ao bater na cara.
A ideia era passar o fim de semana na região de Visp/Zermatt, no Sábado conduzi até Moosalp(2048m), situado a NO de Stalden, onde se abrem os vales de Zermatt e Saas-Fee.
O percurso idealizado para este Sábado passava por 3 picos a rondar os 3000m. Partindo de Moosalp(2048m) apontamos a Oeste, as placas inidicavam 2h45m para o Augstbordhorn(2971m), o tempo esse não estava nada de jeito. Com uma hora de caminhada passamos na zona de Walker(2500m) e a Tixa ainda não estava totalmente recuperada da constipação tomou a sensata decisão de ficar por ali, fazia-se sentir um vento frio, cortante e constante, à medida que ia subindo a nebolusidade ia aumentando, continuo pela larga aresta(Grat Almine) direcção Oeste, faço um pequeno desvio e dou uma saltada ao pico March(2876m), desço para Sul, passo no pequeno colo e subo pela aresta para o Augstbordhorn(2971) onde passo com 2h30m de caminhada, nesta fase pouco via do que me rodeava, tinha em mente continuar para outro pico, o Dreizehntenhorn(3052m), no Augstbordhorn(2971m) as placas azuis de caminho alpino marcavam 2h40m, tendo em conta que conseguia ver onde se situava achei o tempo demasiadamente exagerado, e é mesmo, já a aresta por onde o trilho seguia tinha bom aspecto ao contrário das nuvens negras que se começavam a formar.
Continuo para Oeste e parei numa bifurcação, onde sai o trilho para o lago Grosse see, almoçei por ali abrigado do vento. Repasto tratado continuei para Sul pela aresta Augstbordgrat onde as marcas passam de vermelho e branco para azul e branco, a aresta é quase sempre larga e tem uma ou outra passagem exposta, é seguramente uma aresta a refazer com bom tempo. Uns 100m antes do Dreizehntenhorn existe uma outra bifurcação e as marcas passam novamente a vermelho e branco, aqui já me encontrava mesmo à beira do pico, cheguei lá com 4h15m/4h30m de caminhada efectiva. No pico não era possível ver absolutamente nada do que me rodeava, o nevoeiro cobria tudo, tiro umas fotografias e logo de seguida eis que começa a cair a anunciada neve, era hora de regressar, não valia a pena esperar no pico porque a coisa não ia melhorar.
Desci um pouco pelo mesmo caminho até à primeira bifurcação, desço ao encontro do lago Grosse See(2546m) passando antes ao lado de um outro pequeno lago, no Grosse See podia subir novamente na direcção do Augstbordhorn mas para não voltar a subir contornei as encostas Oeste dos picos Augstbordhorn e March, sempre sem perder altitude e fora de trilho, as linhas de desnível no mapa tinham bom aspecto e a progressão fazia-se a um bom ritmo, enquanto isso não parava de nevar esferovite, quando vinha de frente, mesmo com óculos não era fácil progredir, estava sempre muito frio.
No sopé do March tive que continuar para Norte em direcção a Obers Gibidum(2322m), reencontrei o trilho marcado um pouco antes já na descida Hienergratji, deste ponto bastava-me continuar para Oeste, finalmente parou de nevar e o tempo melhorou no tranquilo regresso ao local de partida passando por Stand(2288m) e Unnerrot antes de acabar em Moosalp, este dia fez-me crer que o Inverno estava de volta mas não, durante o mês a coisa ia acalmar.
 Moosalp
 é só escolher













 March
 direcção Augstbordhorn

 Augstbordhorn

 Augstbordhorn
 Augstbordhorn


 Grosse See
 Augstbordgrat

 Dreizehntenhorn à direita





 Dreizehntenhorn



 Xarah
 Dreizehntenhorn
 nós por cá
 Dreizehntenhorn

 Grosse See



 Grosse See















Sem comentários:

Enviar um comentário