Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

27-07-2014 La Gouille - Lac Bleu - Ref. Aiguilles Rouges - Col des Ignes - Col de Riedmatten - Arolla, Valle de Hérens, Valais, Suisse

texto e fotografias: Xavier

À medida que vamos conhecendo os vales mais próximos vamo-nos afastando cada vez mais. Felizmente residimos no cantão do Valais, onde se situam grande parte dos 4000m da Suiça.
Neste Sábado fomos para os lados de Sion e seguimos pelo interior do vale d'Hérens até La Gouille, perto de Arolla. Tínhamos desenhado no dia anterior uma rota a sair de La Gouille, passar no refuge des Aiguilles Rouges e em Arolla, foi o que fizemos mas acrescentamos uns valentes kms a mais ao seguir uma rota alpina que dobra a encosta a Oeste no Col des Ignes.
Estacionamos o carro em La Gouille(1844m) e começamos a caminhar na direcção do Lac Bleu, após subir cerca de meia hora e vencidos os primeiros 250m de desnível passamos pelo Lac Bleu(2092m) e continuamos a subir para Oeste rumo ao Refuge Aiguilles Rouges(2810m) com nevoeiro, como não conseguíamos apreciar o que nos rodeava a chegada ao refúgio deu-se muito antes do previsto, ficamos por lá algum tempo e enquanto almoçávamos o nevoeiro começou a querer levantar mas mantinha-se na cota dos 3000m.
Antes de partir voltamos a analisar a carta à procura de algo mais longo do que descer directamente para Arolla, cerca de meia hora depois de termos recomeçado a caminhar e de termos descido até aos 2600m passamos numa bifurcação onde sai um caminho alpino que seguimos rumo a Oeste, marcas azuis e brancas, na direcção do col des Ignes(3181m), estava nevoeiro na zona do colo e não o conseguíamos ver mas tínhamos seguramente hora e meia de caminhada até lá chegar.
Fomos avançando na esperança que o nevoeiro levantasse, estávamos cientes que é uma rota alpina e como tal poderíamos abandonar e voltar atrás a qualquer momento, mas chegámos ao Col des Ignes(3181m) sem dificuldade, voltamos a analisar a carta e em vez de voltar atrás dobramos a encosta e começamos a descer passando a Oeste dos Montes Rouges, enquanto a barragem de Dix estava sempre visível do nosso lado direito, o glaciar de Cheilon só se mostrava por vezes. Pensávamos que esta ligação entre estes dois colos(Ignes e Riedmatten) fosse mais curta, mas existem várias partes em que se tem de negociar o melhor caminho por entre um caos de pedras.
Perdemos umas centenas de metros e ficamos já bem próximos do glaciar de Cheilon, tivemos de voltar a subir para passar o Col de Riedmatten(2919m), alternativa ao Pas de Chevres que se encontra fechado.
A ligação entre os dois colos demorou cerca de uma hora e meia, contemplada a vista a partir do Col de Riedmatten(2919m) faltava-nos descer cerca de 1100m em direcção à Arolla, parte esta que é também muito bonita, passando por território de marmotas e por uma grande escombreira que fica do lado direito do percurso, um pouco mais à frente, também do mesmo lado, ergue-se o glaciar de Tsijiore Nouve, entretanto começamos altitude rapidamente até passar em Arolla onde enveredamos por um trilho de pé posto próximo da base do vale até bem perto de La Gouille, mais concretamente até Satarma, altura em que o trilho de pé posto voltava a ganhar altitude, mas já chegava de subir, descemos então até à estrada e foi por lá que fizemos o último km até chegar ao local de início.
Não temos registo dos kms mas foram seguramente perto de 25 com um desnível a rondar os 1700/1800m com um total de 11 horas e meia no monte.
Vamos aos registos
percurso efectuado
La Gouille





Lac Bleu



Lac Bleu
Lac Bleu







Xarah, a cadela alpina








Refuge Aiguilles Rouges


Refuge Aiguilles Rouges
Refuge Aiguilles Rouges

360 Refuge Aiguilles Rouges

corajosa!



nós por cá









marcas caminho alpino






Col des Ignes



Col des Ignes e a Xarah a espreitar
Col des Ignes







barragem des Dix

caos

panorama, à esquerda Cheilon Glacier
Cheilon Glacier
Barragem de Dix

Cheilon Glacier


Pas de Chevres
Col de Riedmatten ao centro


Col de Riedmatten



360 Col de Riedmatten






a tal grande escombreira



glaciar com o nome estranho




Arolla

1 comentário:

  1. Olá Xavier, Tixa e Xarah era para vos dar um abraço e dizer mais uma vez tudo que voces fazem é fantastico, as fotos são super lindas como sempre. Parabens

    Teixeira e Célita

    ResponderEliminar