Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

21-7-2017 GR20 Dia6 Refuge de l'Onda - Vizzavona - Refuge E. Capanelle, Córsega, France

texto e fotografias: Xavier
ficha técnica:
distância: 27,64km
subida total: 1800m
descida: 1580m
altitude máx: 2060m
altitude min: 900m
caminhada efectiva: 10h
tipo: linear
track: aqui

video do dia

Dia6
Neste sexto dia caso o meu ombro não estivesse em condições podia abortar em Vizzavona, fim da etapa 9.
Acordámos novamente às 5, arrumámos a tralha, tratámos do pequeno almoço e às 6 e pouco começámos a caminhar, continuava com uma impressão no braço/ombro mas sem dor, esta etapa 9 começa como eu gosto, saímos do refúgio e ganhamos a aresta, a partir daqui subimos até Punta Muratellu(2141m) fazendo logo o desnível positivo da etapa 9(750m).
Com 1h45m de caminhada passamos na Punta Muratellu, onde repousámos um pouco, em grande parte da aresta caminhámos com 1 belga e 1 francês, neste ponto juntaram-se a nós os 6 austríacos, foi um óptimo momento de confraternização.
Iniciamos a longa descida para Vizzavona, com uma hora e pouco de descida caminhamos à beira do rio e as lagoas apetitosas sucedem-se, ao chegar a uma ponte eis que reencontramos os amigos austríacos, estavam a banhar-se numa lagoa onde dava para mandar saltos de 3 até uns 12m de altura, com medo de fazer pior saltei do sítio mais baixo, que belo momento, um banho numa lagoa é sempre refrescante.
Continuamos a descer e embrenhamo-nos na floresta, à hora de almoço chegávamos ao restaurante em Vizzavona, estávamos esganados e um pouco saturados de comer comida leofilizada, como andávamos numa de dobrar etapas ainda perguntei à malta "dobramos também um hambúrguer?", o pessoal achou piada mas quando viram o segundo hambúrguer a chegar é que viram que não estava a brincar. O meu braço/ombro parecia melhor pelo que decidi continuar, um dia mais tarde vou pagar por estas artistices...a vontade de viver o agora é enorme...
De barriga cheia fomos à mercearia e comprámos comida para os restantes dias, logo agora que já sentia mala mais leve, eheh!
Eram umas 15h quando atacámos a etapa 10, o percurso sobe pelo interior de belas e variadas florestas, emergimos da floresta e contornamos encostas durante vários kms sem grandes oscilações de desnível, antes de chegar ao refuge d'E Capanelle é preciso subir um pouco.
Chegámos ao refuge d'E Capanelle, fim da etapa 10, com 4 horas de caminhada efectiva, sempre a um bom ritmo, isto eram umas 19h.
Nos primeiros dias tínhamos esquecido a ideia de fazer o GR20 em 8 dias, mas começávamos a pensar que seria bem possível de fazer em 9 dias, era "só" dobrar as 6 etapas restantes.
Uma vez mais as tendas existentes já montadas pelos guardas do refúgio ocupavam os melhores lugares, e adivinhem lá, em 30/40 tendas deviam estar umas 5 ocupadas, é mesmo uma estupidez enorme...foi uma luta para encontrar um sítio, mas lá arranjámos um sítio plano.
Como tínhamos almoçado bem, nem estávamos muito preocupados em fazer jantar, por volta das 10 deitámo-nos.
Alguns registos



















































Refuge E. Capanelle


Sem comentários:

Enviar um comentário