Randonnée en Montagne

Randonnée en Montagne

09-06-2018 Pont des Ciernes Picat - Ciernes Picat - Belles Combes - Montagne aux Manges - Rochers des Rayes - Dent de Combette - Les Rayes - La Manche, Rougemont, Vaud, Suisse

texto e fotografias: Xavier
ficha técnica:
distância: 14,40km
subida total: 1047m
descida: 1047m
altitude máx: 2082m
altitude min: 1095m
caminhada efectiva: 4h
tipo: circular
track: aqui


video do dia

Continuo as caminhadas com objectivo de subir a picos na ordem dos 2000m onde tenho a certeza que a neve não me causa surpresas.
Neste sábado fui para a região de Rougemont, no cantão do Vaud, fui de carro até à Pont des Ciernes Picat onde parei e analisei a carta para ver a viabilidade de uma rota circular, pareceu-me um óptimo sítio para começar.
De Pont des Ciernes Picat(1095m) subo pela estrada alcatroada até ao Chalet Ciernes Picat(1168m), saio à direita e continuo por um estradão, entre este ponto e Belles Combes(1508m)tive que contornar várias zonas onde estavam vacas com vitelos, é muito perigoso andar com a Xarah e passar ao pé deles, posso-vos dizer que já foram mais de 10 as vezes que corri precisamente para fugir de vacas que corriam na nossa direcção.
Continuo para nordeste sempre pela aresta, passo em La Matte(1596m) e embrulhou-me na bela floresta existente na aresta, com 1h45m de caminhada chegava a um pequeno lago mesmo antes de Rochers de Rayes, ocasião para a Xarah refrescar!
5 minutos depois passava no Rochers des Rayes(2026m), neste ponto eis que se ergue a norte o belo pico Dent de Combette(2082m), ao aproximar-me vi vestígios de uma espécie de trilho na vertente Oeste do pico, entretanto também vi umas correntes, pareceu-me bem, subi por aí até atingir a aresta, apesar da dificuldade e de ser uma parte T5(exposto), a Xarah foi à minha frente e nunca entrou em pânico, chegado à aresta encontro o caminho alpino, marcações brancas e azuis, segui para Sul e uns 10 minutos depois chegava à Cruz existente neste belo pico Dent de Combette(2082m).
O tempo não estava magnífico mas também não estava terrível, afinal de contas não chovia, apreciei a paisagem e retomei a caminhada, felizmente não tive que descer pelo mesmo sítio, continua para norte pelo caminho alpino, que tem uma ou outra parte onde é preciso fazer cuidado.
15 minutos depois reencontrava o trilho vermelho e branco, continuei um pouco para norte e onde o trilho desce para Este direcção Corbette desci a festo fora de trilho para Les Rayes onde volto a caminhar pela estrada durante alguns kms, perto de La Manche saio da estrada e sigo durante uns 20 min ao lado de uma linha de água até a Pont de La Manche onde já aparece as indicações do local onde comecei, o estradão passa a um simpático trilho de pé posto pelo interior da floresta até regressar a Pont des Ciernes Picat num total de 14km.
Alguns registos.



o Vanil Noir embrulhado nas nuvens





Belles Combes
















Rochers des Rayes

Xarah de molho



Dent de Folliéran e Dent de Brenleire
é belo este Dent de Combette
Dent de Combette



no Dent de Combette




















Rochers des Rayes e Dent de Combette
















Sem comentários:

Enviar um comentário